Esoterismo

Espiritismo, que religião é essa?

Avatar
Escrito por Mistika

Quando qualquer pessoa pensa em espiritismo, é comum associar com aqueles fenômenos que acontecem normalmente. Por exemplo: psicografia, desobsessão, psicofonia, vidência ou até mesmo a própria intuição.

Entretanto, quando o Evangelho Segundo o Espiritismo é lido dá para perceber que é muito mais.

A ideia espírita é fazer um misto entre religião, filosofia e ciência, porque o Codificador, Allan Kardec, era um homem de ciência.

Certamente que na própria França e em outros países, a proposta ficou mais na filosofia e na ciência.

O aspecto religioso é uma característica brasileira, porém é preciso entender que cada caso será sempre um caso.

O que é o espiritismo?

Para entender melhor o que é o espiritismo, a dica é pensar em 5 aspectos que são essenciais para essa doutrina.

Tudo foi codificado por Allan Kardec e a ideia central é mostrar mais as informações, veja abaixo:

  • Existência de Deus;
  • Imortalidade da alma;
  • Pluralidade das existências;
  • Pluralidade dos mundos habitados;
  • Comunicabilidade dos espíritos.

Entender mais sobre cada um desses aspectos é realmente importante e fará com que tudo fique mais claro.

Dessa forma, é o momento de atentar-se a todos os fatores e os próximos tópicos auxiliarão saber.

1.   Existência de Deus

Trata-se do princípio mais básico, porque Deus, segundo o espiritismo, é a inteligência suprema. Além disso, é a origem e o fim de tudo, sendo o criador de todas as coisas e possui muitas atribuições conhecidas.

Por exemplo: Eterno, Imutável; Imaterial; Onipotente; Soberanamente Justo e Bom; Único. Uma estará diretamente ligada a outra e é muito importante entender que no espiritismo é algo imutável.

2.   Imortalidade da Alma

Para o espírita a vida não começa ao nascer, na verdade é diferente disso e antes de nascermos, somos filhos de Deus. Sendo assim, o espírito é conhecido como o principio inteligente do universo criado por Deus.

Resta citar que foi feito simples e ignorante, porém tem as ferramentas para evoluir e chegar a plenitude. Dessa forma, é importante citar que ao “morrer”, o mesmo volta para o plano espiritual, ou seja, a erraticidade.

3.   Pluralidade das Existências

A vida não termina na matéria, porque o mecanismo da reencarnação é um princípio que a providência divina fornece a todos.

É altamente relevante citar que dá para ter todas as condições de evoluir cada vez mais a caminho da luz.

A reencarnação faz com que seja possível nascer, morrer e renascer quantas vezes forem necessárias.

É justamente esse fato que traz o conforto necessário e não traz qualquer dogma, porque a evolução é sempre individual.

Confira mais rituais sobre esoterismo:

4.   Pluralidade dos Mundos Habitados

Curte bastante ufologia? Acredita em vida extraterrestre? Então, a primeira pessoa a falar disso foi Allan Kardec, no Livro dos Espíritos.

Entretanto, a vida não pode ser vista materialmente e pode acontecer de várias maneiras, jamais de uma única.

No Evangelho Segundo o Espiritismo, no 3° capítulo, “Há muitas moradas na casa de Meu Pai”, fica claro os tipos de mundo.

Em resumo, são 5: primitivo, provas e expiações, regeneração, seres ditosos ou felizes e divino.

5.   Comunicabilidade dos Espíritos (O consolador que o espiritismo traz)

Conforme citado acima, é importante mostrar que os espíritos são almas desencarnadas e podem comunicar-se.

Esse fato se dará com a ajuda de um médium, ou seja, alguém que media essa comunicação e precisa ser dotado de qualidades mediúnicas.

A realidade é que dá para receber cartas psicografadas e até mesmo livros, como foi o caso de Allan Kardec, Chico Xavier, Divaldo Franco e tantos outros.

Entretanto, Kardec é claro nos seus livros e mostra que esse é um risco, portanto, é preciso ter discernimento na hora de utilizar.

O que o espiritismo tem de diferença?

O mais importante de tudo é procurar entender o que o espiritismo tem a oferecer e principalmente a diferença para as outras religiões.

Esse fato é altamente relevante e permite que todos tenham a oportunidade de entender melhor essa doutrina.

Chega-se a hora de conferir mais e os próximos tópicos poderão auxiliar em todo o entendimento. Veja a seguir:

  • Liberdade– Não existe qualquer dogma, ou seja, é possível que a pessoa tenha as condições de fazer tudo. Além disso, vale destacar que ainda existe outra questão e trata-se da sua responsabilidade.
  • Autonomia– Se algumas religiões impõem um Deus que supostamente dá o “livre-arbítrio”, porém a salvação é condicionada a algumas atitudes e existe apenas uma vida, não múltiplas.
  • Paciência– O espiritismo trabalha a paciência, porque a pessoa tem a eternidade pela frente e não é preciso ter pressa. No entanto, é preciso citar que cada pessoa será sempre refém das atitudes que foram tidas.

Deu para perceber a razão pela qual muitas pessoas gostam de ser espiritas e praticam essa religião para toda a vida.

O espiritismo é mais do que algo religioso, pois trabalho com filosofia e ciência, usando a constantemente a fé raciocinada.

Sobre o autor

Avatar

Mistika

Que existe muita coisa sem explicação todos nós sabemos. O maisMistika surgiu da vontade de partilhar conteúdo espiritualista em várias vertentes que por vezes não é bem aceita nem entendido.

Não será uma missão fácil, mas temos certeza que muito dos assuntos falados irão ser do interesse de muitas pessoas.

Quer ser um colunista do maisMistika, envie seu pedido pelo formulário de contacto ou envie um email para: maismistika[@]gmail.com .

Deixe um comentário